Manutenção do MelgaCharco

Manutenção do MelgaCharco

Objetivo

Num charco, a biodiversidade é enorme. Os anfíbios necessitam de água para se reproduzirem e utilizam estes pequenos hábitats para tal. De um modo geral a reprodução acontece nos meses da primavera e outono. Os tritões depositam os seus ovos em pequenas folhas aquáticas e podem passar muito tempo no charco. As salamandras depositam as suas larvas diretamente na água. As suas larvas são aquáticas e os adultos são exclusivamente terrestres, tal como os sapos. Os sapos depositam os ovos dentro do charco e vão-se embora. A metamorfose dos girinos de sapo é, de uma forma geral e dependendo da espécie, bastante rápida, durando aproximadamente um mês. O período de reprodução da rã verde acontece entre abril e maio e a metamorfose dos seus girinos é muito mais demorada, podendo demorar quatro meses. Também aparecem as libelinhas que vão depositar os seus ovos em plantas aquáticas ou dentro da água do charco. As larvas das libelinhas têm uma parte do seu cilco de vida debaixo de água. As suas larvas são aquáticas e só depois, quando a ninfa está pronta, começa a subir pelas plantas aquáticas para fora da água libertando-se do seu exoesqueleto e transformando-se em libélula adulta. Tudo isto se pode ver no nosso charco. O objetivo deste trabalho foi o de continuar com a mantenção desta massa de água no que diz respeito à retirada de espécies exóticas, bem como a eliminação do crescimento exagerado dos produtores, de modo a prevenir uma eutrofização.

Número de participantes

40

Descrição

Na nossa escola,o MelgaCharco, é um reservatório de biodiversidade e como tal tem que ser cuidado em todas as estações do ano, em especial no início do Outono e início do Verão. Normalmente os alunos podam o excesso de plantas que poderiam cobrir o charco evitando uma eutrofização. Também se recolhe algum lixo que possa haver bem como o excesso de folhas caídas das árvores caducifólias. Os alunos também aprenderam nas aulas qe os charcos são um importante aliado contra o aquecimento global, visto qe as sas microalgas têm uma grande capacidade de fotossíntese contribuindo para a diminuição do dióxido de carbono.

Avaliação/impacto

A atividade correu com muito entusiasmo e o charco ficou muito mais bonito e “saudável”.

Escola Básica e Secundária de Melgaço | Melgaço
Água potável e saneamento - Objetivo 6Ação Climática - Objetivo 13Proteger a Vida Terrestre - Objetivo 15
Eco-Escolas
Publicado a

07/11/2017

Submeter um comentário