Dia da Floresta Autóctone

Dia da Floresta Autóctone

Objetivo

  • Extrapolar o modo como a desflorestação e as invasões biológicas afetam o equilíbrio dos ecossistemas.
  • Motivar a Comunidade Escolar para um comportamento cada vez mais corporativo para com o ambiente.

Número de participantes

101

Descrição

O Dia da Floresta Autóctone, que se assinala a 23 de novembro, pretende celebrar a conservação das florestas naturais da Península Ibérica e a promoção das espécies de árvores do nosso território.

No nosso país, a maior parte das florestas naturais desapareceu ou está já muito alterada, pelo nunca é demais relembrar a importância destes bosques, em termos ecológicos, económicos e sociais.

Ao longo dessa semana realizou-se, com os alunos do 8º ano de escolaridade, a plantação de espécies da floresta autóctone portuguesa (carvalho, ácer e loureiro), em diversos locais do jardim da Escola Sede, sensibilizando os participantes para a sua importância.

Ao longo do mês de janeiro, as turmas envolvidas elaboraram um cartaz cada uma e alusivo à atividade para exposição no FAPAS.

Os alunos têm vindo a monitorizar, mensalmente, as árvores plantadas de forma a informar, até maio, o FAPAS do sucesso da plantação, preenchendo a Ficha de Monitorização.

A participação e colaboração de todos é fundamental para que a nossa floresta autóctone esteja cada vez mais protegida. E todos poderemos contribuir para a preservação e expansão das nossas espécies indígenas, bastará que cada um de nós recolha algumas sementes, faça-as germinar e plante num terreno das imediações para que a floresta portuguesa retome cada vez mais o lugar que já ocupou no passado e constitua um espaço de salvaguarda da nossa biodiversidade.

 

Agrupamento de Escolas Cego do Maio | Póvoa de Varzim
Eco-Escolas
Publicado a

27/04/2020

Submeter um comentário