Aprender ao ar livre

Aprender ao ar livre

Objetivo

Comemorar o Dia da Terra Sensibilizar para a importância das florestas Reconhecer espécies autóctones e a sua importância Identificar espécies invasoras e as consequências negativas da sua propagação Sensibilizar para a importância de uma agricultura sustentável Promover a aprendizagem ao ar livre

Número de participantes

120

Descrição

Os alunos das turmas C, D, E, F, G e H, do 7º ano de escolaridade, desenvolveram diversas atividades incluídas na Brigada da Floresta.

Percorreram os espaços verdes da escola, observando espécies autóctones como o carvalho-alvarinho, o sobreiro e o medronheiro. Cuidaram de plantas autóctones, oferecidas à escola no Dia da Árvore, arrancando ervas daninhas e regando-as. Por opção da Equipa Eco Escolas, estas serão plantadas em novembro, no Dia da Floresta Autóctone, por ser mais adequado ao período vegetativo das plantas do que o mês de março.

Os alunos também visitaram o pomar e o galinheiro amovível, refletindo sobre a importância da fertilização do solo com recurso aos animais domésticos.

Removeram erva-das-pampas (Cortaderia selloana) e azedas (Oxalis pes-caprae) dos jardins da escola, espécies invasoras que estão bem presentes em todo o concelho, incluindo os espaços florestais como a serra de Canelas.

Finalmente, uma das turmas elaborou um cartaz sobre a importância da floresta.

Avaliação/impacto

Todos os alunos demonstraram interesse pelas diversas atividades desenvolvidas, apreciando a possibilidade de aprender ao ar livre e realizar ações concretas pela melhoria do ambiente. A remoção das plantas invasoras foi uma forma de os sensibilizar para a necessidade do seu controlo, procurando que essa informação chegue às famílias e a mesma ação possa ser levada a cabo em jardins e quintais da freguesia.

Com esta atividade, foi possível abordar diversas temáticas fundamentais como a importância da floresta autóctone, as consequências possíveis da propagação de espécies exóticas ou a importância de uma agricultura sustentável, mesmo em meio urbano.

Acima de tudo, procurou-se que os alunos pudessem ter um papel ativo, não se limitando apenas a tomar conhecimento de ações de proteção do ambiente, mas sim realizando-as.

Escola Básica e Secundária de Canelas | Vila Nova de Gaia
Educação de qualidade - Objetivo 4Cidades e comunidades sustentáveis - Objetivo 11Proteger a Vida Terrestre - Objetivo 15
Eco-Escolas
Publicado a

04/05/2018

Submeter um comentário