A extinção é para sempre. Como se evita?

A extinção é para sempre. Como se evita?

Objetivo

Divulgação, proteção e propagação de uma espécie endémica, exclusiva e quase extinta da ilha do Porto Santo. Transplantação de 150 massarocos Echium portosanctensis da Horta Bio da escola. Colocação das plantas em jardins públicos da cidade e casas particulares.

Número de participantes

62

Descrição

Sendo um dos nossos temas do Programa ECO-ESCOLAS a Biodiversidade, que melhor maneira de divulgar e espalhar uma espécie endémica, rara e exclusiva do Porto Santo. A nossa horta produziu 150 Massarocos Echium portosanctensis. Um trabalho longo, delicado e acima de tudo cheio de amor. São 150 Massarocos prontos para oferecer e espalhar pelas casas particulares (alunos), escolas e jardins públicos da nossa ilha.
VALEU A PENA!

Avaliação/impacto

Impacto muito grande a nível regional (Jardim Botânico do Funchal deu-nos os parabéns e pediu para continuar este magnífico trabalho com outras plantas)

Impacto a nível nacional e internacional através das redes sociais.

Intercâmbio com a Escola Secundária.

Escola EB1/PE do Porto Santo | Porto Santo
Proteger a Vida Terrestre - Objetivo 15
Publicado a

23/04/2017

Submeter um comentário